SatClube Fórum Patrocinado Por



Responder tópico
Star One C2 e C4 - 70.0 W - Tópico para comentários geral
Você está no fórum Satélite
Pág. Anterior  1, 2, 3 ... 63, 64, 65 ... 130, 131, 132  Próximo

FagnerMoura
Diadema - SP
Mensagem: #1261
07/01/2018, 15:38

Com o desligamento do CJC analógico, seria possível migrar o Mux da RIT do Intelsat 907 e adicionar o CJC em digital. O Mux possui SR de 7500 com os canais RIT HD, RIT 1Seg, Canal Um Europa, RIT Notícias, SOS Espiritual e IIGD.

Essa migração seria um tiro no pé porque muitos fiéis não assinaram a Nossa TV e passariam a receber esse sinal de graça no C2.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


wdsrodrigues
Petrolina de Goiás - GO
br.gif
Mensagem: #1262
07/01/2018, 15:43

EdmilsonBezerradiLima escreveu:
Esses canais tinham que colocar sinais digitais agora em Juazeiro do Norte,antes de desligar o sinal analógico,que foi marcado para 28/02/2018 e não para 28/02/2017 como Wdsrogrigues falou.Não estou nem colocando fé nisse desligamento,pois fizeram o mesmo com o ano de 2017,disseram que iam desligar em 27/09/2017 e não desligaram porque não antingiram o porcentual minimo de 92%,a Tv Ceará pode sim lançar sinal HD primeiro para o C2 e depois o terrestre.

Desculpe pelo erro, é 28/09/2017.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


wdsrodrigues
Petrolina de Goiás - GO
br.gif
Mensagem: #1263
07/01/2018, 16:00

FagnerMoura escreveu:
Com o desligamento do CJC analógico, seria possível migrar o Mux da RIT do Intelsat 907 e adicionar o CJC em digital. O Mux possui SR de 7500 com os canais RIT HD, RIT 1Seg, Canal Um Europa, RIT Notícias, SOS Espiritual e IIGD.

Essa migração seria um tiro no pé porque muitos fiéis não assinaram a Nossa TV e passariam a receber esse sinal de graça no C2.

O mux ocupa 9 mhz. Dá pra colocar dois sinais com 9 mhz na frequência.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Odairpalmeiras2@gmail.com
Martinópolis - São Paulo
Mensagem: #1264
07/01/2018, 16:41

wdsrodrigues escreveu:
A E-Paraná me respondeu que vai desligar o sinal analógico do satélite e no lugar vai disponibilizar um sinal HD ainda esse mês.

A TV Ceará vai mudar o sinal para HD para digitalizar as cidades de Sobral e Juazeiro do Norte, que vão desligar o sinal analógico em 28/02/2017. Ou seja, o prazo é que até lá já esteja em HD.

Esporte Interativo e Rede Família ainda não tem previsão para dispoynibilizar sinal no C2.

CJC responde que saiu do analógico e vai para digital.
.

Que boas noticias, vamos aguardar 👍👍

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


IgorSl
São Luís - Maranhão
br.gif
Mensagem: #1265
07/01/2018, 18:56

se é verdade que a E-paraná irá fazer migração pra HD e desativar o analógico no C2 só digo que o prazo é curto, ainda mais pra uma emissora pública e que iria desligar o analógico no passado e não fez, se ela quiser fazer essa mudança ainda esse mês vai ter que correr até porque é pública e deve precisar licitar todos os equipamentos antes de comparar, reunir verbas, comprar e fazer as mudanças técnicas, prazo curo pra uma empresa pública cumprir, já que a mesma nem está fazendo a mudança em andamento, só se for recorde das tvs pública e for exemplar o que nenhuma fez até hoje e mudança relâmpago em dias.

se ela irá ativar o HD no C2 nesse mês ainda e vão se desfazer do analógico, o que farão do sinal atual SD?? ainda tem esse em pose da mesma, vão ter que fazer algo com a mesma. só se sabe que onde tem o analógico é um espaço considerável, pode ser que se ela ficar use tamanho menor pra sua necessidade, mesmo caso da Rede minas está usando parte do espaço que era de analógico e o restante não deve a pertencer e está vago, deve acontecer o mesmo do governo do paraná se locar pra sinal digital o atual onde analógico, melhor aguardar se confirma porque o prazo está curto pra ela cumprir e se renovou o espaço será dela um bom tempo então não deve sair com analógico ou digital ela deve ficar transmitindo no atual espaço, agora se vai cumprir esse mês é outra competência, só o certo que no fim do mês é o desligamento analógico da geradora dela em Curitiba e de todas emissoras que transmitem analógico, cessando a transmissão na região.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


wdsrodrigues
Petrolina de Goiás - GO
br.gif
Mensagem: #1266
07/01/2018, 19:32

IgorSl escreveu:
se é verdade que a E-paraná irá fazer migração pra HD e desativar o analógico no C2 só digo que o prazo é curto, ainda mais pra uma emissora pública e que iria desligar o analógico no passado e não fez, se ela quiser fazer essa mudança ainda esse mês vai ter que correr até porque é pública e deve precisar licitar todos os equipamentos antes de comparar, reunir verbas, comprar e fazer as mudanças técnicas, prazo curo pra uma empresa pública cumprir, já que a mesma nem está fazendo a mudança em andamento, só se for recorde das tvs pública e for exemplar o que nenhuma fez até hoje e mudança relâmpago em dias

Com certeza, os equipamentos foram comprados com antecedência, já que deram um prazo pra mudar pra HD.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


EdmilsonBezerradiLima
Juazeiro do Norte - Região Metropolitana do Cariri
Mensagem: #1267
07/01/2018, 19:57

Vamos esperar pessoal,olha só pode ser promessa entre a Tv Educativa PR e a Tv Educativa CE,pode ser que o desligamento do sinal analógico de Curitiba seja adiado,até o desligamento das regiões de Sobral e Juazeiro do Norte també?,a mesma Tv Educativa PR,disse que ia desligar o sinal analógico do satélite,mas não cumpriu,essas emissoras prometem mas não cumprem,ficar ai só debatendo não vai adiatar de nada,vamos esperá.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


IgorSl
São Luís - Maranhão
br.gif
Mensagem: #1268
07/01/2018, 22:01

existe TV Educativa no Ceará ?? não sabia, sei que tem pública, mas chamada de outro nome.

wdsrodrigues escreveu:

Com certeza, os equipamentos foram comprados com antecedência, já que deram um prazo pra mudar pra HD.


Com certeza não: talvez seja não, se pode ter certeza de algo se a mesma teria que informar e confirmar que tem já preparado, se não licitou com antecedência não terá os equipamentos, já que estamos nos referindo a uma empresa pública, não empresa privada de tv que compra um equipamento desses da noite pro dia em de uma hora pra outra. Público no Brasil não anda na linha e perfeitamente, se não licitou com antecedência, não terá os equipamentos a disposição. pode sair porque ela tem interesse e tem planejamento, agora se vai cumprir essa data curta que é duvidoso, ela não costuma cumprir tudo que projeta, podem adiar, que se não ocorrer a mudança até a data não será surpresa. quantas públicas demoraram tempos pra cumprir mudanças, não seria única a acontecer isso.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


FagnerMoura
Diadema - SP
Mensagem: #1269
08/01/2018, 11:44

Quando se refere a TV Educativa CE é o mesmo que TV Ceará. Basta lembrar que nos anos 90 os canais estaduais eram chamados de TV Educativa. Não vamos ditar regras para o óbvio. Deu pra compreender a colocação do Edmilson.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Elton Rodrigues
-
Mensagem: #1270
08/01/2018, 15:16

FagnerMoura escreveu:
A StarOne mantém o controle sobre o uplink dos sinais analógicos. Como são canais que ocupam um grande espaço no satélite, reverte em faturamento alto. Até o momento existe uma grande resistência por parte deles para o efetivo desligamento desses sinais. Enquanto tiver demanda para o aluguel desse espaço eles farão, até uma segunda ordem.

Essa segunda ordem, poderá vir por uma pressão da Globo, a maior locatária no StarOne C2. Além do sinal analógico, mantém o sinal de rede e os sinais HD próprios e das filiadas que compõe o sistema Sat HD Regional. A decisão por parte dela para excluir o sinal analógico, refletirá automaticamente nos canais das outras emissoras, que farão o mesmo. E isso deve ocorrer após o fim do cronograma do desligamento do sinal analógico terrestre.



Ou seja, pelo menos nos próximos 5 anos ainda vamos conviver com os sinais analógicos em 70w, enquanto no restante do mundo isso já foi extinto (exceto por meia dúzia de canais e feeds)

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


FagnerMoura
Diadema - SP
Mensagem: #1271
08/01/2018, 15:45

Pois é. A falha maior é do governo não regulamentar as transmissões. Depois que privatizou a frota (que antes pertencia à Telebrás), a Anatel se preocupa apenas com o leilão das posições de órbita e não estabelece parâmetros para extinguir o analógico, que deveria ter ocorrido faz tempo.

O interesse por parte das emissoras é de cumprir parâmetros internacionais, visando premiação, abertura de mercado para comercialização dos seus produtos e financiamentos. Enquanto Europa, Estados Unidos, Ási, UK e Índia já possui canais 4K, estamos atrasados.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Elton Rodrigues
-
Mensagem: #1272
08/01/2018, 16:42

FagnerMoura escreveu:
Pois é. A falha maior é do governo não regulamentar as transmissões. Depois que privatizou a frota (que antes pertencia à Telebrás), a Anatel se preocupa apenas com o leilão das posições de órbita e não estabelece parâmetros para extinguir o analógico, que deveria ter ocorrido faz tempo.



Já foi comentado que uma regulamentação dessas poderia ser mais prejudicial do que benéfica, pois existe o risco de alegarem que os sinais não devem ser destinados ao público e obrigarem as emissoras a codificar. Mais ou menos parecido ao que acontece nas concessões TVA terrestres.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


macsuelbattisti
Salgado Filho - PR
br.gif
Mensagem: #1273
08/01/2018, 17:14

Eu sou a favor de pressionarmos a Rede Brasil para vir ao StarOne C2!

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


luisin751
Serra da Saudade - Minas Gerais
br.gif
Mensagem: #1274
08/01/2018, 17:35

macsuelbattisti escreveu:
Eu sou a favor de pressionarmos a Rede Brasil para vir ao StarOne C2!

Concordo, a Rede Brasil faz falta no C2. Vamos pressionar!

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário Visitar o website do usuário


sabre
Juiz de Fora - Minas Gerais
Mensagem: #1275
08/01/2018, 17:55

Elton Rodrigues escreveu:
FagnerMoura escreveu:
A StarOne mantém o controle sobre o uplink dos sinais analógicos. Como são canais que ocupam um grande espaço no satélite, reverte em faturamento alto. Até o momento existe uma grande resistência por parte deles para o efetivo desligamento desses sinais. Enquanto tiver demanda para o aluguel desse espaço eles farão, até uma segunda ordem.

Essa segunda ordem, poderá vir por uma pressão da Globo, a maior locatária no StarOne C2. Além do sinal analógico, mantém o sinal de rede e os sinais HD próprios e das filiadas que compõe o sistema Sat HD Regional. A decisão por parte dela para excluir o sinal analógico, refletirá automaticamente nos canais das outras emissoras, que farão o mesmo. E isso deve ocorrer após o fim do cronograma do desligamento do sinal analógico terrestre.



Ou seja, pelo menos nos próximos 5 anos ainda vamos conviver com os sinais analógicos em 70w, enquanto no restante do mundo isso já foi extinto (exceto por meia dúzia de canais e feeds)


Olá Elton Rodrigues, é indiscutível que a qualidade de imagem e som de canais digitais HD são melhores que os analógicos, mas um dado importante é que perdi a sintonia de diversos canais em HD devido a ocorrência de ventos e tempestades, ao passo que os analógicos continuam sintonizados. Assim, percebo que os canais HD além de serem mais difíceis para sintonizar, também saem de sintonia após incidência de tempestades. Seria esse um problema só meu ou algum de vocês também passa por isso?

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


IgorSl
São Luís - Maranhão
br.gif
Mensagem: #1276
08/01/2018, 19:34

o formato de transmissão dos sinais digitais sempre foram diferentes do analógico, no digital cada uma pode subir da sua sede e fazer telepontos ou empresas terceirizadas só pra esses fins, já analógico é mandado da sede das emissoras até a Star One que faz a subida dos mesmos.

não adianta querer pressionar a RBTV A entrar no C2 se a mesma não há interesse, não é todas que querem pagar mais por um espaço que em outro satélite pagaria a metade ou 1/4 do valor, é emissora menor não tem esse interesse de pagar o dobro, sempre esteve no C1 desde de sua estréia dificilmente mudará isso. não existe só C2 na vida quem quiser acompanha ela que tenha sinal no C1 e cobre que melhore, ela não virá pro C2, nem todas tem o interesse e não querem pagar o dobro pra depois sair por custos altos. C2 é mais pras grandes redes essas o valor pago no C2 não faz falta ou alguma igreja que tenha dinheiro sobrando e não faça falta que falta comprar um lote de emissoras pra aumentar sua cobertura ocupando a grade ao invés de comprar rtvs essas dinheiro também não é problema pra se gastar, mas nem todas são iguais os dois casos não tem igreja por trás que gosta de esbanjar poder e afirmar que tem fortunas a ser gasto ou sr uma grande rede nacional.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


Maxonsilva89
Caarapó - Mato Grosso do Sul
Mensagem: #1277
08/01/2018, 19:45

sabre escreveu:
... percebo que os canais HD além de serem mais difíceis para sintonizar, também saem de sintonia após incidência de tempestades. Seria esse um problema só meu ou algum de vocês também passa por isso?


Vários fatores podem interferir na recepção dos canais digitais, sobretudo, os HDs; se for uma tempestade forte todos os sinais somem, até os analógicos sofrem interferência, o que determina o grau da interferência é principalmente o tamanho da antena. Por exemplo, nas minhas antenas teladas de 1,7m os sinais que não são fortes somem quando chove, mesmo se forem SDs, mas depois da chuva eles voltam (a menos que o vento tenha mexido no apontamento).
Enfim, isso não é exclusividade sua, a maioria de nós passamos por isso.

macsuelbattisti escreveu:
Eu sou a favor de pressionarmos a Rede Brasil para vir ao StarOne C2!


Gostaria de saber o que tem de relevante nessa emissora, pois já a assisti quando estive em Campo Grande (lá tem sinal terrestre) e depois também pela Claro e não vi nada demais, tem mais horários vendidos do que programação relevante. Para mim, não faz falta, é um a menos pra entulhar o satélite (junto com esses pastores, canais de leilão de gado e canais de vendas que servem pra nada). Para mim ela é tipo a NGT do C3, tem nada que preste, só ocupa espaço com sinal ruim. Essa é minha opinião, pode ser que a de vocês seja diferente. Democracia é isso.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


IgorSl
São Luís - Maranhão
br.gif
Mensagem: #1278
08/01/2018, 19:46

sabre escreveu:
Elton Rodrigues escreveu:
FagnerMoura escreveu:
A StarOne mantém o controle sobre o uplink dos sinais analógicos. Como são canais que ocupam um grande espaço no satélite, reverte em faturamento alto. Até o momento existe uma grande resistência por parte deles para o efetivo desligamento desses sinais. Enquanto tiver demanda para o aluguel desse espaço eles farão, até uma segunda ordem.

Essa segunda ordem, poderá vir por uma pressão da Globo, a maior locatária no StarOne C2. Além do sinal analógico, mantém o sinal de rede e os sinais HD próprios e das filiadas que compõe o sistema Sat HD Regional. A decisão por parte dela para excluir o sinal analógico, refletirá automaticamente nos canais das outras emissoras, que farão o mesmo. E isso deve ocorrer após o fim do cronograma do desligamento do sinal analógico terrestre.



Ou seja, pelo menos nos próximos 5 anos ainda vamos conviver com os sinais analógicos em 70w, enquanto no restante do mundo isso já foi extinto (exceto por meia dúzia de canais e feeds)


Olá Elton Rodrigues, é indiscutível que a qualidade de imagem e som de canais digitais HD são melhores que os analógicos, mas um dado importante é que perdi a sintonia de diversos canais em HD devido a ocorrência de ventos e tempestades, ao passo que os analógicos continuam sintonizados. Assim, percebo que os canais HD além de serem mais difíceis para sintonizar, também saem de sintonia após incidência de tempestades. Seria esse um problema só meu ou algum de vocês também passa por isso?


queda de sinal DVB-S2 na banda C sempre tem dois fatores que costumam ser os causadores: equipamento de captação inapropriável pra determinados sinais e frequências com sinais fracos, a combinação dos dois mais fortes chuvas podem dá esse resultado de perca de sinal, lembrando que sinal digital em tempestade diminui sua incidência na antena e captação, só não acontece aquelas quedas drásticas igual banda ku, mas o sinal diminui, se for fraco some. O analógico é totalmente diferente, comparado com o DVB-S2 é mais resistente a condições adversas de tempo. Já o DVB-S2 de sua transmissão é mais problemático de recepção, nãos e capta de qualquer forma e uma captação inapropriada ou no limite o sinal pode em alguma anormalidade ter recepção interrompida, exige mais da captação, alisa isso já foi dito várias vezes, é por esse e outros motivos que o analógico é bem distinto dos sinais DVB-S2, são mais modernos mas requer mais atenção na recepção senão terá problemas constantes.

só a título de observação nunca tive problemas de queda de canal HD com cuva forte, mas porque tem que ter sistema apropriado pra eventualidade que possam aparecer na recepção em chuva, sinal fraco dependendo da intensidade da chuva, tamanho da antena pode ficar com sinal problemático ou sem sinal, não pode ser descartado eventualidade de ocorrer.

Elton Rodrigues escreveu:

Já foi comentado que uma regulamentação dessas poderia ser mais prejudicial do que benéfica, pois existe o risco de alegarem que os sinais não devem ser destinados ao público e obrigarem as emissoras a codificar. Mais ou menos parecido ao que acontece nas concessões TVA terrestres.


pra Anatel Canal via satélite em banda C é considerado como codificado como não há fiscalização cada uma faz da sua forma (emissora), porque é considerado serviço e não necessita ficar aberto, já que não há concessão, concessão de tv fica pra TV Terrestre e se fosse obrigado a ter no satélite alguns sumiriam porque não possuem no terrestre, só se tivesse uma específica pra satélite, não sei se todas teriam interesse em ter uma concessão em uma das duas modalidade pra manter os serviços em Banda C, muitas tem sinal Banda C por causa dessa brecha, não há regulamentação o que possibilita um grupo interessado só pagar por um espaço no satélite e fazer sua própria transmissão, só pagando os custos de locação do espaço. bem diferente do formato adotado no terrestre que há concessões.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


wdsrodrigues
Petrolina de Goiás - GO
br.gif
Mensagem: #1279
08/01/2018, 19:54

Quem faz o uplink, tanto analógico quanto digital da TV Câmara, é uma empresa chamada ALPHA VISION COMÉRCIO E SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇOES LTDA (AVS Telecom), e o valor anual é R$ 432.000,00 pelo sinal analógico e R$ 607.500,00 pelo digital (incluindo etapas de codificação, multiplexação).

O uplink analógico da TV Senado também é feito pela mesma empresa. Já o digital é feito pela INTERTRADE BRASIL, TELECOMUNICAÇÕES, MULTIMÍDIA E REPRESENTAÇÕES LTDA.

Fontes:

http://www.camara.leg.br/internet/contratos/
https://www.senado.leg.br/transparencia/liccontr/contratos/contratos.asp

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


IgorSl
São Luís - Maranhão
br.gif
Mensagem: #1280
08/01/2018, 20:03

não entendam a parte "codificação" do sinal da TV Câmara como bloqueio de sinal, é mais relacionado a formato de transmissão de vídeo que também é chamado de codificação (exclusivo na modalidade digital, onde há compressão de vídeo em MPEG), não ligado a acesso condicional. já que toda emissora no digital precisa fazer compressão de vídeo em MPEG chamado de codificação de vídeo, Codificação/Decodificação. emissoras públicas não costumam trabalhar com codificação de sinal pra proteger.
Custos altos da TV Câmara, se essa consome isso, imagina as grandes Redes de TV Comercial como deve ser só pra ter um sinal do C2, isso só exemplifica um caso atrás, agora entendem o porque a RBTV não tem tanto interesse de ir pro C2 ?? os custos são elevados e não deve ser tão vantajoso como um sinal no C1, relacionado a custos como falei antes, o exemplo da tv câmara fica visível isso.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


Página 64 de 132 Pág. Anterior  1, 2, 3 ... 63, 64, 65 ... 130, 131, 132  Próximo
As mensagens publicadas são de responsabilidade de seus autores

Publicidade

  • E-Shop Satélite Crispim
  • Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

    Get Adobe Flash player

Desenvolvido por Danilo Rodrigues


BSD SHOP - Radio BSD - BSD TV
Contato - Atualizar Satélite - Atualizar Canais Terrestre
Fone: (11) 4526-6791 | E-mail: contato@portalbsd.com.br