SatClube Fórum Patrocinado Por



Responder tópico
AMC-9 - caiu duas peças sobre os EUA e México
Você está no fórum Satélite

candrealmeida
Fortaleza - CE
Mensagem: #1
08/07/2017, 12:16

Temores sobre uma catástrofe no espaço depois de duas peças cairem de um satélite de comunicações sobre os EUA e o México

Detritos que se romperam de um satélite sobre os EUA e o México poderiam causar uma catástrofe no espaço se ele colide com outros satélites. Os detritos são de um satélite de comunicações conhecido como AMC-9 enviado por operador SES, que saiu de operação no mês passado após uma 'anomalia significativa'.
O contato já foi restabelecido, mas SES já avisou que dois enormes pedaços do satélite sobre os dois países podem ter quebrado em algum lugar.
Enquanto os detritos é improvável para causar danos na Terra, como ele vai queimar-se ao reentrar na atmosfera, pode causar estragos em outros satélites em órbita nas proximidades. Ele poderia derrubar satélites de navegação fora do curso, por exemplo, ou danificar outros satélites principais de comunicação em órbita.
A SES não indicou o que causou o que ocorreu com o satélite para ficar sem resposta, mas Brian Weeden, especialista em percepção situacional do espaço no Seguro Fundação Mundial sugeriu várias possibilidades.
O satélite em si pode ter sido atingido por detritos, ou poderia ter sido danificado por um temporal espacial, de acordo com o Sr. Weeden.
Ele também sugeriu que o satélite poderia ter sido atacado por alguma coisa, embora ele destacou que não havia nenhuma evidência disso.
Em 17 de junho, a SES, o operador, perdeu contato com a AMC-9 por satélite enquanto ele estava em órbita 22,369 milhas (36.000 quilômetros) acima os EUA e México.
O satélite geoestacionário fornece cobertura sobre os EUA e o México.
Ele permitindo que programadores de televisão, organizações governamentais e empresas a beneficiar de uma ampla cobertura AMC-9. O AMC-9 foi lançado pela SES em 2003 a bordo de um foguete russo Proton, e está chegando ao fim de sua vida útil projeto de 15 anos.
A SES trabalhou com ExoAnalytic Solutions, uma empresa especializada em percepção situacional do espaço, para acompanhar o satélite e detritos.Falando a Ars Technica , Doug Hendrix, CEO da ExoAnalytic Solutions, disse: 'Temos visto várias peças sair dela ao longo dos últimos dias.'Estamos rastreando pelo menos uma das peças. Eu hesitaria em dizer que sabemos com certeza o que aconteceu.'
Brian Weeden, especialista em percepção situacional do espaço no Seguro Fundação Mundial, disse: 'O desafio é que essas peças, em termos humanos, vai estar lá em cima quase sempre, e irá apresentar um risco de navegação de longo prazo.
'Isto vai certamente aumentar as chances de colisões ao longo dos Americas, mas eu não acho que isso vai desencadear uma reação em cadeia.'
Em comunicado, a SES confirmou que tinha contato com o satélite restabelecida em 1 de Julho.
A declaração disse: 'Desde o incidente em 17 de Junho 2017, AMC-9 foi se movendo lentamente para o oeste com sua carga útil desativada e não causando interferência.
'A maioria do tráfego foi transferido para outros satélites SES e SES está trabalhando em um plano de longo prazo para minimizar a interrupção para os clientes.'




fonte: http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-4664228/A-satellite-falling-apart-Mexico.html


Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


J.B.F.LIMA
Barreiras - Bahia
Mensagem: #2
08/07/2017, 12:38

Não sei se o vídeo contem imagem real ou simulação. Se for real fico curioso em saber onde possa estar instalada essa câmera. De qualquer jeito é impressionante a situação, o fato acontecido com o satélite e a forma de monitoramento.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


IgorSl
São Luís - Maranhão
br.gif
Mensagem: #3
08/07/2017, 13:01

eu não acredito que danifique o D1 esses detritos no espaço, será chances mínimas de acontecer.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


candrealmeida
Fortaleza - CE
Mensagem: #4
08/07/2017, 13:59

J.B.F.LIMA escreveu:
Não sei se o vídeo contem imagem real ou simulação. Se for real fico curioso em saber onde possa estar instalada essa câmera. De qualquer jeito é impressionante a situação, o fato acontecido com o satélite e a forma de monitoramento.


é uma filmagem real, acelerada. Deve corresponder a uma noite quase inteira, pois os "chuviscos" são estrelas "passando por trás" do satélite. O monitoramento foi feito por uma empresa especializada contratada pela SES.

IgorSl escreveu:
eu não acredito que danifique o D1 esses detritos no espaço, será chances mínimas de acontecer.


infelizmente o risco existe, mesmo com chances mínimas. o próprio satélite está se movendo conforme o n2yo está em 86w, sua posição original era 83w. Nesse movimento pode liberar detritos.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


IgorSl
São Luís - Maranhão
br.gif
Mensagem: #5
08/07/2017, 14:22

candrealmeida escreveu:

infelizmente o risco existe, mesmo com chances mínimas. o próprio satélite está se movendo conforme o n2yo está em 86w, sua posição original era 83w. Nesse movimento pode liberar detritos.


a milhões de km de distância ?? não se deixe levar pelo grau da órbita, significa muitos km de distância, coisa de duas volta na terra pelo menos, não é tão perto assim. senão mais distante um do outro que a distância do Satélite (Star One D1) pra terra. por isso não acredito, será muito raro alguma consequência devido isso, as chances são pequenas.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


Francisco Crispim
Itajaí - SC
br.gif
Mensagem: #6
08/07/2017, 17:52
Administrador

Editado o tópico porque na reportagem original nada tem sobre o Satélite D1 e outros.

Normal queda de satélites na Terra, quase diariamente.

Os satélites quando saem de serviço, são deslocados para áreas do espaço que não interferem nos que estão funcionando normal.

Abs.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário Visitar o website do usuário MSN Messenger


HeitorPosada
Araruama - RJ
br.gif
Mensagem: #7
08/07/2017, 18:52

De fato, apesar dos graus em Longitude parecerem proximos, há as Latitudes e as distancias espaciais são enormes.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


J.B.F.LIMA
Barreiras - Bahia
Mensagem: #8
08/07/2017, 18:55

candrealmeida escreveu:
J.B.F.LIMA escreveu:
Não sei se o vídeo contem imagem real ou simulação. Se for real fico curioso em saber onde possa estar instalada essa câmera. De qualquer jeito é impressionante a situação, o fato acontecido com o satélite e a forma de monitoramento.


é uma filmagem real, acelerada. Deve corresponder a uma noite quase inteira, pois os "chuviscos" são estrelas "passando por trás" do satélite. O monitoramento foi feito por uma empresa especializada contratada pela SES.


Os 5 pontos luminosos são os destroços do satélite, e pela velocidade do que seria estrelas, e considerando que o vídeo foi acelerado, presume-se que os destroços estão em uma velocidade muito lenta, podem tomar rumos diferentes e não ser ameaça para satélites ou de cair sobre alguma parte do continente, pode cair em alto mar ou até se desintegrar no espaço.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Francisco Crispim
Itajaí - SC
br.gif
Mensagem: #9
09/07/2017, 10:07
Administrador

Provável que algum material vindo do espaço, pedaços de meteoritos, tenha colidido com o satélite AMC-9 em operação.

Ele está sendo deslocado para outra posição e navegando abaixo dos outros satélites em operação.

Abs.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário Visitar o website do usuário MSN Messenger


mjorge
Palmeira dos Índios - Alagoas
br.gif
Mensagem: #10
09/07/2017, 14:07

O mais prudente seria deslocar o AMC-9 para a órbita cemitério, que fica acima da órbita geoestacionária. Como isso não está sendo feito, então o satélite está em má situação, isso se não estiver totalmente fora de controle.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


Francisco Crispim
Itajaí - SC
br.gif
Mensagem: #11
09/07/2017, 20:30
Administrador

Mas o AMC-9 está subindo e foi já desativado.


NORAD ID:27820
LOCAL TIME:20:27:53
UTC: 23:27:53
LATITUDE: 0.03
LONGITUDE:-86.70
ALTITUDE [km]: 35954.54 (estava ~35.700 km)
ALTITUDE [mi]: 22341.12
SPEED [km/s]: 3.07
SPEED [mi/s]: 1.91
AZIMUTH: 300.4 NW
ELEVATION: +38.1
RIGHT ASCENSION: 12h 31m 31s
DECLINATION: 04° 26' 54''


Abs.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário Visitar o website do usuário MSN Messenger


Francisco Crispim
Itajaí - SC
br.gif
Mensagem: #12
11/07/2017, 19:56
Administrador

Movimentando:

AMC-9 (GE-12)

NORAD ID:27820
LOCAL TIME:19:54:26
UTC:22:54:26
LATITUDE:0.04
LONGITUDE:-87.08
ALTITUDE [km]: 35944.51
ALTITUDE [mi]: 22334.88
SPEED [km/s]: 3.07
SPEED [mi/s]:1.91
AZIMUTH: 300.1 NW
ELEVATION: +37.8
RIGHT ASCENSION:12h 04m 11s
DECLINATION: 04° 27' 30''
Local Sidereal Time:


Abs

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário Visitar o website do usuário MSN Messenger


Página 1 de 1
As mensagens publicadas são de responsabilidade de seus autores

Publicidade

  • E-Shop Satélite Crispim
  • Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

    Get Adobe Flash player

  • Anuncie aqui
  • Anuncie aqui
Desenvolvido por Danilo Rodrigues


BSD SHOP - Radio BSD - BSD TV
Contato - Atualizar Satélite - Atualizar Canais Terrestre
Fone: (11) 4526-6791 | E-mail: contato@portalbsd.com.br