SatClube Fórum Patrocinado Por



Responder tópico
Igreja Plenitude comprou rede de televisão !
Você está no fórum Satélite
Pág. Anterior  1, 2, 3, 4

HeitorPosada
Araruama - RJ
br.gif
Mensagem: #61
29/10/2017, 20:14

Só faltam Valdemiro Santiago e Silas Malafaia, dos conhecidos, comprarem suas Tvs. Bispo Macedo já tem a Record,Família e 21, das com canais terrestres. R.R .Soares tem a RIT. A NGT é "nanica"e quase não vista pelo publico, notadamente fora de uma Grande São Paulo. Resta, para compra, a Rede Brasil - RBTV.Tem a CNT tambem, apesar de bem arrendada pela IURD.A CNT, apesar de pequena, faz parte das grandes redes - deve ser cara para comprar.Para essas igrejas o ideal é um canal proprio no C2, digital, que parece dificil.É mais barato e pratico do que comprar Tvs terrestres, não lida com concessões e já tem mais de 20 milhões de parabolas apontando,ainda que a maioria com receptor analogico.A espirita Mundo Maior consegue manter seu canal no C2 e com sinal forte.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


FagnerMoura
Diadema - SP
Mensagem: #62
29/10/2017, 20:52

Rede 21 não pertence ao Edir Macedo. Pertence à família Saad, do Grupo Bandeirantes.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


HeitorPosada
Araruama - RJ
br.gif
Mensagem: #63
29/10/2017, 21:44

FagnerMoura escreveu:
Rede 21 não pertence ao Edir Macedo. Pertence à família Saad, do Grupo Bandeirantes.

Então está totalmente arrendada para a IURD.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


FagnerMoura
Diadema - SP
Mensagem: #64
29/10/2017, 21:56

J.B.F.LIMA escreveu:
Algumas considerações sobre o caso:

1) Mais uma vez nosso amigo mfbald traz de fonte segura a concretização do negócio, confirmado também por nosso amigo FagnerMoura. Então é só questão de tempo para que a IAPTD implante sua programação própria.

2) Não estou comemorando a confirmação do negócio, porque acho uma grande perda para a radiodifusão brasileira se não for colocada a grade da forma que o Agenor disse ao vivo, se ao contrário de uma programação diversificada voltada ao meio evangélico, a grade for preenchida apenas pelos telecultos. Se bem que ainda tem 4 anos pela frente para isso se desenrolar.

3) Esse estudante da Universidade Metodista, no mínimo, deveria colocar os créditos da fonte de pesquisa, se bem que nem sei se seria da aprovação da administração a publicação da fonte do Portal BSD ( ou do VCFAZ, já que publiquei lá também). O cara cita fontes de Youtube, Ricardo Feltrin, Tve Famosos, mas ignoram a fonte inicial do tema.


Citar a fonte é algo essencial em pesquisas acadêmicas. Não li o texto, embora cheguei a ensaiar algo sobre o tema, quando iniciei uma série de pesquisa sobre a expansão das concessões, mercado e novas mídias. Iniciei buscando informações sobre o primeiro programa religioso não católico, veiculado na Tupi no início dos anos 60 e produzido pela Igreja Adventista.

Sabemos que o caso de maior sucesso de difusão religiosa, que resultou no crescimento da instituição é o da Universal. Sem a compra da Record não teria alcançado tamanho reconhecimento.

Um ponto que sempre defendi nos fóruns era o uso de uma posição em Banda Ku para TV aberta. Haveria espaço para vários canais, incluindo um de cana denominação religiosa. Assim se tornaria democrático o acesso ao conteúdo e mais barato do que comprar uma rede e transmitir pelas vias tradicionais. Além de viabilizar a expansão da TV digital nas regiões mais longínquas e proporcionar praticidade ao consumidor.

Abri esse leque apenas para expor uma deficiência que possuímos no esquema de radiodifusão e que poderia ser sanado.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Hiperbólico
Ribeirão pires - Sp
Mensagem: #65
30/10/2017, 06:42

FagnerMoura escreveu:
J.B.F.LIMA escreveu:
Algumas considerações sobre o caso:

1) Mais uma vez nosso amigo mfbald traz de fonte segura a concretização do negócio, confirmado também por nosso amigo FagnerMoura. Então é só questão de tempo para que a IAPTD implante sua programação própria.

2) Não estou comemorando a confirmação do negócio, porque acho uma grande perda para a radiodifusão brasileira se não for colocada a grade da forma que o Agenor disse ao vivo, se ao contrário de uma programação diversificada voltada ao meio evangélico, a grade for preenchida apenas pelos telecultos. Se bem que ainda tem 4 anos pela frente para isso se desenrolar.

3) Esse estudante da Universidade Metodista, no mínimo, deveria colocar os créditos da fonte de pesquisa, se bem que nem sei se seria da aprovação da administração a publicação da fonte do Portal BSD ( ou do VCFAZ, já que publiquei lá também). O cara cita fontes de Youtube, Ricardo Feltrin, Tve Famosos, mas ignoram a fonte inicial do tema.


Citar a fonte é algo essencial em pesquisas acadêmicas. Não li o texto, embora cheguei a ensaiar algo sobre o tema, quando iniciei uma série de pesquisa sobre a expansão das concessões, mercado e novas mídias. Iniciei buscando informações sobre o primeiro programa religioso não católico, veiculado na Tupi no início dos anos 60 e produzido pela Igreja Adventista.

Sabemos que o caso de maior sucesso de difusão religiosa, que resultou no crescimento da instituição é o da Universal. Sem a compra da Record não teria alcançado tamanho reconhecimento.

Um ponto que sempre defendi nos fóruns era o uso de uma posição em Banda Ku para TV aberta. Haveria espaço para vários canais, incluindo um de cana denominação religiosa. Assim se tornaria democrático o acesso ao conteúdo e mais barato do que comprar uma rede e transmitir pelas vias tradicionais. Além de viabilizar a expansão da TV digital nas regiões mais longínquas e proporcionar praticidade ao consumidor.

Abri esse leque apenas para expor uma deficiência que possuímos no esquema de radiodifusão e que poderia ser sanado.
há tempos não assisto + esse lixo q virou a TV TV brasileira quando muito assisto a TV cultura. Porque de resto eu já sei a programação: violência, Roubalheira política essa industria da fé q não para de crescer. Aqui em meus receptores são todos deletados

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


J.B.F.LIMA
Barreiras - Bahia
Mensagem: #66
30/10/2017, 21:47

FagnerMoura escreveu:

Citar a fonte é algo essencial em pesquisas acadêmicas. Não li o texto, embora cheguei a ensaiar algo sobre o tema, quando iniciei uma série de pesquisa sobre a expansão das concessões, mercado e novas mídias. Iniciei buscando informações sobre o primeiro programa religioso não católico, veiculado na Tupi no início dos anos 60 e produzido pela Igreja Adventista.

Sabemos que o caso de maior sucesso de difusão religiosa, que resultou no crescimento da instituição é o da Universal. Sem a compra da Record não teria alcançado tamanho reconhecimento.

Um ponto que sempre defendi nos fóruns era o uso de uma posição em Banda Ku para TV aberta. Haveria espaço para vários canais, incluindo um de cana denominação religiosa. Assim se tornaria democrático o acesso ao conteúdo e mais barato do que comprar uma rede e transmitir pelas vias tradicionais. Além de viabilizar a expansão da TV digital nas regiões mais longínquas e proporcionar praticidade ao consumidor.

Abri esse leque apenas para expor uma deficiência que possuímos no esquema de radiodifusão e que poderia ser sanado.


Fagner, perfeitas suas colocações. Em sua formação jornalistica você sabe o quanto é essencial a fidelidade à fonte de pesquisa. Na minha formação acadêmica, dois itens fundamentais aprendi, sendo o respeito à fonte e o não plágio de ideias, conceitos, etc.

O rapaz da Metodisita colocou como foco estudar o crescimento meteórico de Agenor, mas bem lembrado por você que o fato que realmente marcou o inicio dessa guerra midiatica foi a compra da Record pela Universal. Enfim, todos são "crias" do Macedo.


Concordo plenamente quanto uso do espectro em banda KU para acomodar em um único satélite todos os canais de tv,sejam eles comerciais, públicos, educativos, religiosos, etc. Infelizmente, a maioria da população conhece apenas o sistema analógico como possibilidade de captação de canais de TV aberta via satélite. Com isso os fabricantes de equipamentos desestimulam a produção de aparelhos digitais e os proprietários dos canais de tv não se preocupam em alcançar o publico das parabólicas já que a população está mais ligada à tv por sinal terrestre ou tv por assinatura.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


HeitorPosada
Araruama - RJ
br.gif
Mensagem: #67
31/10/2017, 08:20

Hiperbólico escreveu:
FagnerMoura escreveu:
J.B.F.LIMA escreveu:
Algumas considerações sobre o caso:

1) Mais uma vez nosso amigo mfbald traz de fonte segura a concretização do negócio, confirmado também por nosso amigo FagnerMoura. Então é só questão de tempo para que a IAPTD implante sua programação própria.

2) Não estou comemorando a confirmação do negócio, porque acho uma grande perda para a radiodifusão brasileira se não for colocada a grade da forma que o Agenor disse ao vivo, se ao contrário de uma programação diversificada voltada ao meio evangélico, a grade for preenchida apenas pelos telecultos. Se bem que ainda tem 4 anos pela frente para isso se desenrolar.

3) Esse estudante da Universidade Metodista, no mínimo, deveria colocar os créditos da fonte de pesquisa, se bem que nem sei se seria da aprovação da administração a publicação da fonte do Portal BSD ( ou do VCFAZ, já que publiquei lá também). O cara cita fontes de Youtube, Ricardo Feltrin, Tve Famosos, mas ignoram a fonte inicial do tema.


Citar a fonte é algo essencial em pesquisas acadêmicas. Não li o texto, embora cheguei a ensaiar algo sobre o tema, quando iniciei uma série de pesquisa sobre a expansão das concessões, mercado e novas mídias. Iniciei buscando informações sobre o primeiro programa religioso não católico, veiculado na Tupi no início dos anos 60 e produzido pela Igreja Adventista.

Sabemos que o caso de maior sucesso de difusão religiosa, que resultou no crescimento da instituição é o da Universal. Sem a compra da Record não teria alcançado tamanho reconhecimento.

Um ponto que sempre defendi nos fóruns era o uso de uma posição em Banda Ku para TV aberta. Haveria espaço para vários canais, incluindo um de cana denominação religiosa. Assim se tornaria democrático o acesso ao conteúdo e mais barato do que comprar uma rede e transmitir pelas vias tradicionais. Além de viabilizar a expansão da TV digital nas regiões mais longínquas e proporcionar praticidade ao consumidor.

Abri esse leque apenas para expor uma deficiência que possuímos no esquema de radiodifusão e que poderia ser sanado.
há tempos não assisto + esse lixo q virou a TV TV brasileira quando muito assisto a TV cultura. Porque de resto eu já sei a programação: violência, Roubalheira política essa industria da fé q não para de crescer. Aqui em meus receptores são todos deletados

O Brasil é um dos - se não o maior - campos mais ferteis para a religião. Notadamente nas chamadas igrejas evangelicas neopentecostais(inclui ramos das tradicionais, como do Malafaia e tipo Assembleia de Deus)), 99% das pessoas procuram beneficios materiais, como curas e bens materiais - talvez 1% por questões de fé.Essas proprias igrejas fazem enorme publicidade, com depoimentos de que após ingressarem nestas, as pessoas obtiveram dois carros novos, duas casas, formaram um bom negocio particular; e/ou que curaram isto e aquilo.Notar que em paises evoluidos, como numa Holanda, Suiça, Escandinavia e outros, a religião está em franca baixa. Templos são fechados e no seu lugar surgem lojas comuns e outros. Tambem, nestes paises presídios são fechado e as vezes surgem hoteis em seu lugar. Isso é sinal de vida perfeita, onde as pessoas não precisam evocar o sobrenatural para viver dignamente e o crime é algo insignificante. No Brasil, a cada dia aumentam as religiões e se necessita de mais e mais vagas em presídios.Baseado nos tempos antigos, como na Era de Cristo na Terra, onde a pobreza era algo comum e institucionalizado, sem responsabilidades governamentais, hoje as igrejas se valem disso. Elas lidam com a pobreza, - notadamente a Catolica - como se fosse algo regular e normal. Por elas a pobreza deve existir e elas criam obras de caridade.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


Página 4 de 4 Pág. Anterior  1, 2, 3, 4
As mensagens publicadas são de responsabilidade de seus autores

Publicidade

  • E-Shop Satélite Crispim
  • Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

    Get Adobe Flash player

  • Anuncie aqui
  • Anuncie aqui
Desenvolvido por Danilo Rodrigues


BSD SHOP - Radio BSD - BSD TV
Contato - Atualizar Satélite - Atualizar Canais Terrestre
Fone: (11) 4526-6791 | E-mail: contato@portalbsd.com.br